raça, capitalismo & globalização: articulações estratégicas

balibar_raza nacion capa

BALIBAR, Etiénne, WALLERSTEIN, Immanuel. Raza, nación y clase. Madrid: Iepala, 1991.


Nesta coletânea de ensaios, dois dos mais importantes teóricos marxistas contemporâneos discutem os variados fatores que, ao se entrelaçarem historicamente, tornaram os sistemas discriminatórios de raça e gênero em dispositivos centrais para a construção e expansão das sociedades capitalistas. Destacadamente no capítulo “A forma nação: história e ideologia”, o filósofo francês Etiénne Balibar reproblematiza as condições de surgimento das identificações e comunidades nacionais, buscando compreendê-las como expressões de “etnicidades fictícias” configuradas a partir de processos de estratificação linguística e de ressignificação racial de conflitos sócio-culturais. Em seu conjunto, uma obra que oferece densos aportes para a crítica às  contradições que agudamente transpassam a modernidade eurocêntrica e seus projetos humanistas, sobretudo nos âmbitos do reconhecimento e convívio com as diferenças.   

Anúncios

Um comentário sobre “raça, capitalismo & globalização: articulações estratégicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s