um depoimento elucidativo sobre as relações entre literatura & construção identitária em Angola

Na entrevista a seguir, feita durante sua participação num evento sobre literaturas africanas realizado no Ilufba em 2010, o escritor angolano Manuel Rui retoma elementos importantes da reflexão que tem desenvolvido sobre os efeitos do colonialismo na produção de identidades, assim como acerca das relações entre oralidade e literatura, temas que mereceram instigante abordagem no famoso artigo Eu e o outro – o invasor ou em poucas três linhas uma maneira de pensar o texto, referência básica para o nosso curso da LET C47.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s