A negritude e o universal africano – Geledés

Os múltiplos significados do conceito de “negritude” vistos pelas lentes de três grandes escritores: Léopold Sédar Senghor, Aimé Césaire e Wole Soyinka.

Por Adriano Migliavacca, do Estadão 

O termo “negritude” se popularizou de tal forma no vocabulário brasileiro que acabamos esquecendo que, em seu sentido original, ele ocupa uma posição central em um importante debate filosófico e ideológico do século XX. O fato é que a palavra é daquelas cujo significado é dedutível a partir de sua própria sonoridade: a condição de ser negro ou o sentimento de pertença a esse grupo.

Leia mais em: http://www.geledes.org.br/negritude-e-o-universal-africano/#gs.0Xzgeq0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s