Inscrições para o II Seminário Rasuras – UFBA

seminário rasuras inscrição

A II edição do Seminário Rasuras emerge da necessidade de dar continuidade aos debates fomentados desde 2010, início das atividades do grupo de pesquisas no Instituto de Letras, problematizando questões sobre literatura, linguística e cultura. As atividades do grupo interagem rizomaticamente nas diversas esferas de reflexões acadêmicas que circundam as linhas teóricas do PPGLitCultt (Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura – Instituto de Letras/ UFBA).

​O grupo tem como pauta, desde sua fundação, discussões sociais, antropológicas e raciais de importância para a formação do sujeito intelectual, sobretudo, dos estudantes negros que integram a universidade e/ou aqueles que estão por iniciar seu percurso acadêmico.

LET C55: referências conceituais e críticas

Bogolan2 (bambara Mali)


PROGRAMA 2017-2

HAMPATÉ BÂ, Amadou. A tradição viva. In: KI-ZERBO, Joseph. História geral da África, I: Metodologia e pré-história da África. 2.ed. rev. Brasília: UNESCO, 2010.

LEITE, Fábio. Valores civilizatórios em sociedades negro-africanas. In: África: Revista do Centro de Estudos Africanos. n.18-19. São Paulo: USP, 1995/1996.

CUNHA, Henrique. Ntu. In: Revista Espaço Acadêmico. n.108, maio 2010.

KANDJIMBO, Luís. Escrita e vertigem dos livros / Pedro Miguel, um filósofo angolano em Itália / Identidade e filosofia política. In: Ideogramas de Nganji. Exercícios angolanos de ler e parafrasear. Lisboa: Novo Imbondeiro, 2003.

KANDJIMBO. O provérbio: um gênero da literatura oral angolana. In: KANDJIMBO, 2003.

RUI, Manuel. Eu e o outro — o invasor ou em poucas três linhas uma maneira de pensar o texto. Comunicação apresentada no Encontro Perfil da Literatura Negra. São Paulo, 23/05/1985.

SCHIPPER, Mineke. Literatura oral e oralidade escrita. In: QUEIROZ, Sônia. A tradição oral. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2006.

BOTOYEYÉ, Geoffroy. O que pode a escrita? / ZOUNMÈNOU, Marcellin Vidjennagni. Conhecimento indígena e tradições orais em Zulu (África do Sul) e Gun (Benim). In: HOUNTONDJI, Paulin (org.). O antigo e o moderno. A produção do saber na África contemporânea. Tradução de M. Ferreira, G. Sousa, P. Patacho e A. Medeiros. Mangualde (Portugal): Edições Pedago, 2012.